Colors: Blue Color

Mais de 230 mil reais. Esta foi a quantia que o vereador Odécio Carneiro (Solidariedade) economizou para os cofres da Câmara Municipal de Fortaleza nos cinco primeiros meses de sua gestão, de janeiro a maio. Mais precisamente, R$ 231.537,50. A economia veio da Verba de Desempenho Parlamentar (R$ 101 mil), hoje denominada Serviço de Desempenho Parlamentar, e outros R$ 130.537,50 com despesas de pessoal. Todo este montante está parado, nos cofres da Câmara Municipal de Fortaleza. O parlamentar quer mudar o rumo deste dinheiro.
O vice-líder estadual do Solidariedade adiantou que está procurando um mecanismo jurídico que permita o vereador mudar a aplicação destes recursos. É uma verba carimbada, que só pode ser utilizada para custear despesas de vereadores no desempenho de suas funções, com correspondências, telefone, combustível, impressos, publicidade, passagens aéreas e fretamento de veículos automotores. Odécio abriu mão do benefício nos cinco primeiros meses de seu mandato por entender que o salário de vereador já é o bastante.
“Ninguém pode mexer neste dinheiro. Por isso, pecisamos abrir uma linha orçamentária que nos permita fazer a aplicação da verba. O vereador assumiria a doação para uma ou mais associações de caridade, séria, de credibilidade. Nosso departamento jurídico está trabalhando, neste sentido”, explicou.
Mensalmente, tem sido devolvido R$ 20.200 do Serviço de Desempenho Parlamentar. Até agora, R$ 101 mil retornou para os cofres da Câmara Municipal de Fortaleza. Outra economia considerável é com a verba destinada ao Gabinete para contratação de pessoal. Pelo regimento da Casa, cada vereador dispõe de R$ 51.772,50 por mês, sendo limitada a contratação, por gabinete, ao mínimo de oito e ao máximo de 22 assessores. Odécio optou em contratar o mínimo, oito servidores. Isto gera uma economia mensal de R$ 26.107,50. Nos cinco primeiros meses de sua gestão, já economizou 130.537,50.
“Se contratasse 22 assessores não caberia no gabinete. Com oito estamos fazendo nosso trabalho a contento”, alertou.
 

As Diretorias Executiva da ANSEF Nacional e ASPOFECE manifestam TOTAL e IRRESTRITO apoio a iniciativa do DPF Delano Bunn, Superintendente Regional no Estado do Ceará, de regulamentar o uso de vagas de estacionamento existentes naquela unidade, democratizando a utilização de um espaço que pertence a todos os servidores!!!

A Superintendência Regional do DPF no Ceará, com apoio da ASPOFECE e SINPOF-CE, promoveu diversos eventos durante a semana em homenagem ao Dia da Mães, que contou com palestras, café da manhã, distribuição de brindes e finalizando ao som do DJ Iatagan.

Nossa homenagem a todas as Mães.

 

A ASPOFECE e SINPOF-CE promoveram animada festa junina nesta sexta-feira, dia 23 de junho de 2017, com bastante comida típica, muito forró e muita animação.

Contou com grande presença de associados, sindicalizados, familiares e amigos. Na ocasião foram agraciados os aniversariantes dos meses de maio e junho.

A noite foi animada pela banda Forró Tudo de Bom.

A Diretoria.

O Vereador de Fortaleza, Escrivão de Polícia Federal Odécio Carneiro vem se destacando em suas atividades legislativas através de sua participação efetiva e principalmente por sua postura austera, servindo como exemplo para todo o Brasil.

No primeiro quadrimestre de sua legislatura já devolveu aos cofres públicos mais de 180mil.

-------------------------------------------------------
Publicação Jornal o Povo

26/05/2017 16:40 pm
Carlos Mazza
Vereador abre mão da VDP e economiza R$ 184,4 mil em quatro meses

Vereador Odécio Carneiro (Solidariedade)

Odécio Carneiro abre mão da VDP de janeiro a maio e já economizou R$ 184,4 mil (Foto: Divulgação)
Abrindo mão da Verba de Desempenho Parlamentar (VDP) e de parte da verba de assessoria a que tem direito, o vereador Odécio Carneiro (SD) já trouxe economia de R$ 184,4 mil para cofres da Câmara Municipal de Fortaleza.

De acordo com informações do portal da transparência da Câmara Municipal, o vereador não fez qualquer uso dos R$ 20 mil mensais de VDP entre janeiro e abril – somando R$ 80 mil. A verba é destinada ao custeio geral das atividades parlamentares, incluindo alimentação, combustível, telefone, publicidade, passagens aéreas e aluguel de veículos.

Até agora, no entanto, o vereador não fez uso da verba, bancando despesas do gabinete com seu próprio salário. “Até o momento, não precisei utilizar a VDP, mas se futuramente for necessário vou usá-la e justificar o destino do dinheiro. Vou prestar conta com notas fiscais, na maior transparência possível. O dinheiro não é meu”, diz o vereador, que é policial federal.

Verba de assessoria

Além dos R$ 80 mil da VDP, Odécio afirma que economizou R$ 104,4 mil em despesas com assessores. Tudo porque, apesar de a Câmara permitir a contratação de até 22 funcionários com salários somando até R$ 51,7 mil, o vereador optou por contratar apenas oito – o mínimo exigido pela Casa. Segundo o gabinete, isto geraria economia mensal de R$ 26,1 mil.

Pivô de escândalos que levaram à renúncia dos vereadores Leonelzinho Alencar e A Onde É na legislatura passada, a VDP foi assunto dos mais lembrados na campanha eleitoral passada. Vereador mais votado em 2016, Célio Studart (SD) tinha como uma de suas principais plataformas ser o “vereador mais barato” da Câmara. Ele abriu mão de 25% da VDP.

------------------------------------------------------------
Publicação do blog Flávio Pinto News
quinta-feira, 25 de maio de 2017

 

Exemplo para o Brasil - Vereador já devolveu aos cofres da câmara R$ 184 mil

Vereador Odécio Carneiro
Vereador e pastor evangélico, Odécio Carneiro

Nos quatro primeiros meses de sua gestão, o vereador Odécio Carneiro (Solidariedade) fez uma economia de R$ 184.430. Todo este montante foi devolvido aos cofres da Câmara Municipal de Fortaleza. A economia veio da Verba de Desempenho Parlamentar (R$ 80 mil) e outros R$ 104.430,00 com despesa de pessoal.
Eleito para o seu primeiro mandato, o vereador Odécio Carneiro tem tido cuidado especial com a administração do dinheiro público. Mensalmente, tem devolvido à Câmara Municipal de Fortaleza 100% da Verba de Desempenho Parlamentar, R$ 20 mil. A VDP serve para custear despesas de vereadores no desempenho de suas funções: correspondências, telefone, combustível, impressos, publicidade, passagens aéreas e fretamento de veículos automotores. Odécio abriu mão do benefício nos quatro meses de seu mandato por entender que, no momento, não está precisando.
Outra economia considerável é com a verba destinada ao Gabinete, para contratação de pessoal. Pelo regimento da Casa, cada vereador dispõe de R$ 51.772,50 por mês, sendo limitada a contratação, por gabinete, ao mínimo de oito e ao máximo de 22 assessores. Odécio optou em contratar o mínimo, oito servidores. Isto gera uma economia mensal de R$ 26.107,50.
Convém registrar, ainda, que está sendo gerada uma economia para a CMFor no que se refere à manutenção do Gabinete, pois toda a despesa é feita com dinheiro do próprio vereador, como compra de papel, xerox, etc.
O vice-líder estadual do Solidariedade explica que só usaria os recursos em benefício de uma causa justa. “Até o momento, não precisei utilizar a VDP, mas se futuramente for necessário vou usá-la e justificar o destino do dinheiro. Vou prestar conta com notas fiscais, na maior transparência possível. O dinheiro não é meu, então tenho que administrá-lo da melhor maneira possível, obedecendo os princípios constitucionais”, finalizou.
Policial federal e pastor evangélico, o vereador trabalha de forma independente e tem tomado decisões sempre em favor de projetos que visam o bem da sociedade, com base em dois eixos: segurança e social.

Convidamos todos Associados e Sindicalizado a comparecer na C.A.S.A, na próxima segunda-feira dia 08/05, horário 08:00 as 10:00 e das 14:00 às 16:30, para fazer uma Avaliação antropométrica.

Avaliação antropométrica – O que é e porque fazer?

Quando começamos a fazer alguma atividade física é comum falarem sobre a realização de uma “Avaliação Antropométrica” conhecida também como avaliação física, mas você sabe direito o que é isso? E para que serve?

Dentro da avaliação física temos outra chamada de avaliação antropométrica, um método de investigação utilizado pelos nutricionistas que é baseado na medição das variações físicas e na composição corporal global.

Os parâmetros mais utilizados para a avaliação antropométrica são as medidas primárias (utilizadas isoladamente), como peso, estatura, dobras cutâneas e circunferências e as medidas secundárias (combinadas) como Índice de Massa Corporal (IMC), peso ideal, somatória de dobras cutâneas, entre outros.

Entenda como funciona a avaliação antropométrica:
Umas das formas e a mais utilizada para mensuração de percentual de gordura é através das dobras cutâneas, essas nos dão um valor aproximado da composição corporal a partir da avaliação da espessura em milímetros, e para tal procedimento, utiliza-se o adipômetro, também chamado de compasso de dobras cutâneas.

As principais dobras cutâneas mensuradas são: tríceps, bíceps, subescapular, peitoral, antebraço, axilar média, supra-ilíaca, abdominal, coxa e panturrilha.

As circunferências informam a presença de gordura corporal e analisam os padrõesavaliação física corporal de distribuição dessa gordura. As circunferências que podem ser mensuradas são: pescoço, tórax, cintura, abdômen, quadril, coxa, panturrilha, braço, antebraço e punho.

A relação das circunferências da cintura e do quadril (C/Q) pode ser usada para identificação do risco de doença cardiovascular.

O IMC é obtido a partir do peso de um indivíduo dividido por sua estatura ao quadrado. O IMC juntamente com outras variáveis, como por exemplo a circunferência da cintura, permite a identificação de risco de doenças cardiovasculares e analisam os padrões de distribuição da gordura corporal.

A utilização de cada método dependerá das características do indivíduo (atletas, não atletas, pessoas com patologias, crianças, adolescentes, etc) e poderá ser utilizado mais de um método para que elas se completem e auxiliem para uma avaliação adequada.

A avaliação antropométrica é aplicável em todas as fases do ciclo de vida e permite a classificação de indivíduos e grupos segundo o seu estado nutricional.

Faça a sua avaliação e acompanhe sua composição corporal (massa magra, gordura) e busque sempre uma vida saudável para ter um corpo saudável!