Colors: Blue Color

Caro associado,

Como é de conhecimento de todos, o Plano de Saúde da Unimed Fortaleza tem reajuste anual no mês de Agosto, com reflexo financeiro nos subsídios recebidos no início de Setembro.

Este ano, com base na sinistralidade, a Unimed Fortaleza argumentou e propôs um reajuste de 30% (trinta por cento). 

Demonstrou através de relatórios que a sinistralidade nos últimos dois anos tem se apresentado negativa, comprometendo o equilíbrio financeiro da empresa.

A sinistralidade em linhas gerais, diz respeito aos gastos que a Unimed Fortaleza tem com as ocorrências de atendimentos diversos, desde atendimento médico, ambulatorial, hospitalar, até os tratamentos de doenças graves, além de procedimentos cirúrgicos.

Pois bem, a Unimed Fortaleza demonstrou que os gastos com essa sinistralidade supera a receita mensal dos diversos planos de saúde que mantém com a associação, proporcionando para a empresa um desequilíbrio financeiro.

De pronto, a Diretoria Executiva descartou a possibilidade de aceitar a aplicação do índice sugerido pela Unimed Fortaleza.

Através de um arrazoado, apresentamos uma série de argumentos que rejeitavam a adoção desse índice de 30% (trinta por cento) e propusemos que para o equilíbrio financeiro de nossos associados e da Associação, era possível absorver um reajuste de 11% (onze por cento).

A Diretoria e o Conselho Deliberativo daquela Cooperativa de saúde não aceitou nossa proposta e deu-se início a uma longa e desgastante negociação.

Recebemos então, uma contra proposta da Unimed Fortaleza, para aplicação de um índice de reajuste de 20% (vinte por cento).

Reunida a Diretoria Executiva, por chamamento do Presidente da Associação, após duradoura análise da situação, ficou definido que aceitaríamos um reajuste de 1% (um por cento) a mais do que o índice aplicado no ano passado que foi de 13,55% (treze vírgula cinquenta e cinco por cento), ou seja, concordaríamos em um reajuste máximo de 14,55% (catorze vírgula cinquenta e cinco por cento), nenhum centésimo a mais.

No entanto, como estratégia de negociação, esse índice estabelecido pela Diretoria Executiva, não foi repassado para Unimed Fortaleza. A seus representantes dissemos que aceitaríamos o índice de reajuste aplicado no ano passado, qual seja, 13,55% (treze vírgula cinquenta e cinco por cento).

Iniciou-se outra rodada de negociação, haja vista que a Unimed Fortaleza não abria mão da aplicação do índice de 20% (vinte por cento).

Novas tratativas e argumentações de ambas as partes se sucederam, mas mantivemos nossa posição.

Por fim, a Unimed Fortaleza considerando e entendendo nossos argumentos, concordou com um reajuste de 14,20% (catorze vírgula vinte por cento), índice este dentro de nossas expectativas e abaixo do que estávamos decididos a aceitar, que era um reajuste de 14,55% (catorze vírgula cinquenta e cinco por cento).

Portanto, não foi tarefa fácil. Em determinados momentos achávamos que teríamos que buscar a tutela da justiça, haja vista, o posicionamento intransigente da Unimed Fortaleza. Mas, com habilidade e maturidade, defendendo com firmeza os interesses de nossos associados, chegamos a um entendimento que agrada às duas partes.

Assim, a partir de 01 de Setembro de 2018, os Planos de Saúde da Unimed Fortaleza mantidos por nossos associados através da Associação, sofrerá um reajuste de 14,20% (catorze vírgula vinte por cento) em seus valores atuais.

Segue a nova tabela com os valores reajustados.

Contrato 3226 - Titulares e Dependentes
 Plano   MPA MPE
 FAIXA   VALOR VALOR
0 18 R$ 172,15 R$ 440,90
19 23 R$ 197,94 R$ 446,26
24 28 R$ 227,68 R$ 453,92
29 33 R$ 261,78 R$ 750,96
34 38 R$ 287,93 R$ 769,33
39 43 R$ 331,18 R$ 779,92
44 48 R$ 421,69 R$ 787,67
49 53 R$ 560,82 R$ 813,87
54 58 R$ 745,95 R$ 863,00
59 MM R$ 1.032,68 R$ 1.417,29
Legenda: 
MPA = MULTIPLAN ENFERMARIA
MPE = MULTIPLAN APARTAMENTO

 

Informamos que em novembro próxima passado aproximadamente 300 (trezentos) associados da ANSEF foram beneficiados com RPVs (requisições de pequenos valores) inscritos nos grupos de PSS sobre terço de férias.

Um Projeto de Lei protocolado pelo Escrivão de Polícia Federal e Associado EPF Odécio Carneiro (Solidariedade), vereador na Câmara Municipal de Fortaleza, extingue o uso de veículos oficiais para representação pessoal no âmbito da administração direta e indireta do Município de Fortaleza.